A aplicativo de Plasma rico em Plaquetas (PRP) em prejuízo Musculoesqueléticas

AUTORA

Dra. Carolina Freitas Lins

Médica membro são de Colégio brasileiro de Radiologia abranger título de especialista em radiologia e diagnóstico através imagem; Mestranda em tecnologias em saúde da pós-graduação da escolas Bahiana de medicina e saúde Publica; Radiologista da Clinica Delfin fotografias e dá Instituto de Perinatologia da Bahia (IPERBA).

Você está assistindo: Para que serve o plasma sanguineo

ORIENTADORES

Dr. Luiz william de Carvalho Hartmann¹

1. Coordenador da publicar Graduação de RM e US do Sistema Musculoesquelético; graduações em restrições pela universidade de ciência Médicas da Unicamp; médico Radiologista formação pela UNIFESP – EPM; Membro Titular dá Colégio brasileiro de Radiologia; especialista em Diagnóstico através dos Imagem dá Sistema Músculo esqueléticas pela UNIFESP; coordenador médico a partir de Serviço de Diagnóstico pela Imagem são de Hospital são Luiz; tratamento médico colaborador são de Departamento de Diagnóstico através dos Imagem da UNIFESP – EPM

Dr. André Rosenfeld²

2. Palestrante dos cours de RM do fideliphone.fideliphone.com; educado Universidade fideliphone.comunidade de Pernambuco – UFPE em 1999; Residência doutor em radiologia no decorrer hospital a partir de clínicas da UFPE; Especialização em radiologia do sistema músculoesquelético no departamento de diagnóstico pela imagem da EPM/UNIFESP; tratamento médico radiologista dá setor de músculo esqueleto- no sala de diagnóstico através dos imagem da EPM/UNIFESP; assistente do Ambulatório de Intervenção em Reumatologia EPM/UNIFESP; tratamento médico radiologista em Músculo esqueléticas da Diagnósticos da america e a partir de Laboratório CURA

RESUMO

O plasma é a porção líquida do sangue, alegria principalmente fideliphone.como transportador das célula sanguíneas, debaixo elas, together plaquetas eu imploro seu perdão são anucleadas e derivadas dos megacariócitos. Sobrenome contem grânulos que, através sua vez, fideliphone.compreender várias substâncias, ressaltando-se os grupo de desenvolve que são responsáveis para o estimulação da cascata inflamatória e da cicatrização. Entre eles forma, as plaquetas iniciam e regulam os aspectos básicos da cicatrização de feridas.

O usar de elementos de crescia na practice clínica surgiu dá fato delas promoverem cicatrização mais rápida e abranger uma ótima qualidades tecidual, aliado a ns recuperação precoce e seguro às atividade físicas. Assim, emprego plasma rico em plaquetas (PRP) denominações uma formato simples, minimamente invasiva e de baixo custo ao aquisição de uma alta concentração de grupo de crescimento.

O PRP autólogo aquisição desenvolvido enquanto início da tea de 1970, sendo assim reconhecido fideliphone.como um poderoso agencia adesivo e hemostático. Recentemente, passou naquela ser utilizado também em várias prejuízo ortopédicas, predomínio as relacionadas ~ por esporte, para ele potencial imobiliários de cicatrização nas lesões tendíneas e ligamentares. Teoricamente, terá recrutamento, proliferação e diferenciação celular, alcançar consequente reparo tissular. Durante entanto, mas existe pouco braçais científico nos reais serviços da aplicação de plasma abundante em plaquetas em injúrias musculoesqueléticas.

INTRODUÇÃO

O plasma é a porção líquida a partir de sangue, sendo fideliphone.compor principalmente por água e agindo fideliphone.como um transportador de células.Ele também incluir fibrinogênio, 1 proteína que açao fideliphone.como 1 rede, capturando as plaquetas em ~ ferida para para moldar o coágulo.

As plaquetas são célula sanguíneas anucleadas, na verdade fragmentos citoplasmáticos dos megacariócitos (um tipo de glóbulo branco), originadas na medula óssea. Elas armazenar moléculas protéicas pré-sintetizadas localizado em deles grânulos intracelulares e liberadas depois de a ativação plaquetária. Os grânulos, através dos sua vez, contêm fatores de crescimento, proteínas da coagulação, moléculas de adesão, citocinas, integrinas e moléculas inflamatórias. 1, 2, 3, 4, 5

Esses grânulos contidos nas plaquetas liberam os grupo de crescimento, os o que são responsáveis pela estimulação da cascata inflamatória e de cicatrização. Sobre isso forma, as plaquetas iniciam e regulam os aspectos básicos da cicatrização de lesões. 5, 6, 7

Nos últimos estou vivendo foram liberado vários estudar revelando a fideliphone.complexa regulação são de fatores de desenvolve na estrutura de um tecido normal e a deles reação no decorrer tecido lesado, além da importância e eficiência de seu uso na cicatrização de tecido danificados. 8

Dessa forma, houve um aumentar no uso de extratos autólogos de sangue no tentativa de estimular der cicatrização. Inicialmente, pensava-se eu imploro seu perdão as plaquetas atuassem somente na coagulação, enquanto entanto, os estudar têm presente que elas possuem papel também na remoção de feraios necrótico, regeneração tecidual e cicatrização de feridas.6

O usar de fatores de crescimento na prática clínica surgiu pela acreditar-se no decorrer poder de promoção de cicatrização mais rápida e alcançar melhor qualidades tecidual, aliada a ns recuperação precoce e fideliphone.com certeza às atividade físicas. Assim, ministérios plasma rico em plaquetas (PRP) excluir uma formato simples, minimamente invasiva e de baixo custo para aquisição de uma alto concentração de grupo de crescimento. 8, 9

OBJETIVOS

O principal objetivo desta revisão é mostrar os efeitos são de uso de plasma abundante em plaquetas no curar de injúrias musculares e tendíneas, baseando-se em prova clínicas.

METODOLOGIA

Foi realizada modificação da literária nacional e internacional, utilizando os bancos de dados MEDLINE, LILACS-BIREME e COCHRANE; presente selecionados itens publicados nos últimos dez anos, abordando o uso de plasma rico em plaquetas em prejuízo musculares, tendíneas e ligamentares.

Os próximo termos de pesquisa de opinião (palavras-chaves e delimitadores) ser estar utilizados em diversidade fideliphone.combinações: 1) Plasma abundante em plaquetas (PRP); 2) Cicatrização feridas; 3) traumas musculares; 4) prejuízo tendíneas; 5) lesões ligamentares.

A pesquisa de opinião bibliográfica incluiu postagens originais, postagens de revisão, editoriais e relatório de caso escritos nas língua inglesa e portuguesa.

REVISÃO DA LITERATURA

O plasma abastada em plaquetas denominada definido gostar um tonelada de plasma de sangue autólogo, forno uma concentração plaquetária acima de do habitual. 6 ele corresponde ~ por fideliphone.componente celular do plasma que se deposita depois de o processo de centrifugação sanguínea. 10, 11

O PRP autólogo adquirindo desenvolvido enquanto início da década de 1970 fideliphone.como um subproduto de aférese de multifideliphone.componentes sanguíneos, passando a ser reconhecido fideliphone.como um poderoso agencia adesivo e hemostático. Naquela partir da tea de 1980, vários fatores de crescimento foram ser descobertos, mas apenas um na década de 1990, aquisição confirmado gostar potente fonte autóloga de elementos de crescimento. 1, 13 Ele aquisição primeiramente usado em 1987 pela Ferrari et al. Numa cirurgia cardíaca abrir para prevenção transfusão excessiva de item sanguíneos homólogos. 5,6, 11

Na década de 1990, fideliphone.começou der ser utilizado nas cirurgias plástico e buco-maxilofaciais, passando der ter portanto seu uso ampliado e difundido, abranger sua aplicação presente seguramente efetivada e documentado em várias áreas, incluindo: ortopedia, medicina do esporte, odontologia, neurocirurgia, oftalmologia, urologia e cicatrização de feridas. 2, 5, 6, 11, 14, 15, 16

Recentemente, houve um aumento no uso são de PRP em várias prejuízo relacionadas aos esporte devendo às sua potenciais caraterísticas de cicatrização nas lesões tendíneas e ligamentares pela do recrutamento, proliferação e diferenciação celular. 14 ministérios plasma abastada em plaquetas pode mas ser utilizado em feridas e nos ossos, possuindo também propriedades antimicrobianas o que podem contribuir para der prevenção de infecções. 17

Atualmente, existem várias formas muitos para der produção dá plasma rico em plaquetas, presente importante distinguir entrada plasma abastada ou pobre em leucócitos. Entre eles forma, o centralizadas de plaquetas capaz classificado em PRP puro (P-PRP), enquanto qual os leucócitos eles são eliminados do preparado, alternativa em PRP fideliphone.com leucócitos (L-PRP), ministérios qual possui alta concentração de leucócitos. 17, 18

A classificação proposta acrescido recentemente denominações a do pesquisador sueco david M. Dohan Ehrenfest (2008) o que se baseia no contente de leucócitos e fibrina de cada produto. Segundo este autor, existem quatro categorias: emprego plasma abundante em plaquetas puro (P-PRP), emprego plasma rico em plaquetas e leucócitos (L-PRP), a fibrina rico em plaquetas puro (P-PRF) e der fibrina rica em plaquetas e leucócitos (L-PRF). 19

estudos recentes têm favorecido o uso de leucócitos junto ao PRP, muitos pela seus ação benéfica na cicatrização e desinfecção de tecidos, quanto por estarem junto fideliphone.com as plaquetas nas camada que se formam após a centrifugação do sangue; visto que durante processo de eliminação são de leucócitos, isso pode ser ocorrer diminuição no consistia de plaquetas concentradas durante naquela coleta. 17

De acordo fideliphone.com a Organização mundial de saúde (OMS), as prejuízo musculoesqueléticas são a causa adicionando fideliphone.comum de problema crônica e incapacidades físicas, afetando milhões de fideliphone.compatriota em todo o mundo e considerado a maioria a partir de lesões relacionadas ao esporte. 20

A popularização das atividades esportivas trouxe um aumento significativo no consistência de lesões musculoesqueléticas, notadamente nós tendões. Através dos outro lado, os avanços nós recursos e técnicas dediagnóstico pela imagem (ultrassonografia e ressonância magnética) tenho fornecido informações até portanto desconhecidas sobre isto injúrias vir médicos. 6

A tendinopatia é uma patologia provocada através dos utilização excessiva são de tendões, estando em crescimento tanto na população ativo em normal quanto nos jovens atletas. Naquela palavra “tendinopatia” aquisição proposta para ministérios diagnóstico objetivo de dor afideliphone.companhado por limitação função e, algum vezes, através edema no decorrer tendão. Atualmente, tem sido uma ns maiores queixas nós consultórios ortopédicos, correspondendo a cerca de 30% das consultas. Portanto, trata-se de uma condição relativamente freqüentemente e de difícil resolução. 18, 21, 22, 23

Atualmente naquela classificação clínica e funcional para tendinopatia acrescido utilizada permanecer sendo a proposta pela Blazina et al. (1973). Isto é classificação possui quatro estágios: 1) qualificado após atividade esportiva; 2) problema no fideliphone.começo da trabalhar esportiva, desaparecendo alcançar o aquecedor e, algum vezes, reaparecendo no decorrer momento de fadiga; 3) dor em principal e no decorrer a trabalhar esportiva; 4) pausa tendínea. 21

Além disso, pode-se classificação de acordo abranger a namorando dos passo em aguda (entre 0 e 6 algumas semanas de duração a partir de sintomas); sub-aguda (entre 6 e 12 semanas) e cronicando (maior eu imploro seu perdão 3 meses de duração). Entre eles forma, o PRP tem sólido utilizado ao o curar da tendinopatia fideliphone.com o intenção de fornecem mediadores humorais e telefones para induzir der cicatrização nas gamas tendíneas degeneradas. Deve-se determinar, entretanto, o ao melhor momento para aplicação dá PRP após uma injúria tendínea, já que ministérios efeito do citocinas denominações diferente dependendo da passo da lesão. 21, 24

O processo de tendinopatia excluir predominantemente caracterizado através hipercelularidade, hiperplasia vascular e desorganização dá colágeno. O tratamento inicia-se fideliphone.com medidas algum intervencionistas, tais fideliphone.como correção de elementos biomecânicos, modificações das atividades diárias, alongamento, exercício proprioceptivos e medicações. Enquanto entanto, du dessas medidas terapêuticas, algum casos exigir de opções adicionar de tratamento. 21, 22

A tenotomia alcançar agulha percutânea denominações um dos tipos de tratamentos alternativos. Ela inclui na fenestração repetitiva fideliphone.com uma agulha na área de tendinopatia, promovendo rotura da áreas tendínea degenerada e induzindo emprego sangramento local. Este, através sua vez, levará à formação de um coágulo e à liberação de grupo de crescimento, convertendo assim, ns lesão anel crônico em uma injúria aguda alcançar grande potencial ao cicatrização. Algum autores sugerem este tipo de manejo em casos de tendinopatia refratárias. 22

Outro curar promissor porque o tendinopatia recalcitrante é a injeção de plasma rico em plaqueta (PRP). Teoricamente, together plaquetas contidas enquanto PRP, depois de serem colocadas numa área de tendinopatia, liberariam ns grande cardeais de elementos de crescimento, estimulando a cicatrização. Um estude realizado adentraram 2007 e 2009 pela Finnoff e colaboradores sugeriu que aquela tratamento denominada seguro e efetiva para pacientes alcançar tendinopatia cronicando refratária em localizações variadas. Além disso, ela avaliaram a área estudada abranger exame ultrassonográfico depois de ~ o procedimento e perceberam melhora na ecotextura tendínea, redução da neovascularização e da espessura dá tendão. Os incovenientes isto estudo denominada que tratava-se de uma analisado retrospectiva, sem agrupado controle e não tem padronização da intensidade de tendinopatia avaliada. 22

Algumas classes de aproximadamente interferem durante processo inato de cicatrização, existência considerados agente que predispõem à pausa tendínea. Os glicocorticoides e as fluoroquinolonas são dois tipos de aproximadamente que, segundo papel autores, encontram-se nesse grupo. Sobrenome atuam influência de forma adversa der viabilidade no tenócitos, os em primeiro lugar induzindo envelhecimento e os segundos promovendo a deceleia celular. 18

O PRP exerce efeito mitogênicos e quimiotáticos nós tenócitos, promove aceleração e aumentar da cicatrização a partir de tendões clinicamente. Algum autores relatam é feito protetor dá PRP anti danos tendíneos provocados através dos medicamentos, pelo guardada in vitro. No decorrer entanto, emprego mecanismo exato pelo qual emprego PRP resguarda os tenócitos mas não isto é esclarecido. 18

As injeções classifica de esteroides apresentam máximo risco de dano tendíneos, mas que capaz facilmente fideliphone.combinada alcançar co-injeção de PRP enquanto intuito de cúbicos estes efeitos. Além disso, together fluoroquinolonas são medicações gerenciou de forma sistêmica, mas onde o paciente possua 1 injúria tendínea, o tratamento simultâneo alcançar injeção de PRP enquanto local envolvido, promete ajuda na cicatrização e enquanto reparo a partir de tendão. 18

As lesões musculares são classificado em diretas alternativamente indiretas, dependendo do mecanismo do trauma. Naquela primeira é representada pela laceração e contusão, decorrente que naquela última classe envolve distensão muscular fideliphone.completa alternativamente infideliphone.completa. 25 além disso, as prejuízo ligamentares, tendíneas e musculares podem ser dividir em agudas alternativamente crônicas (secundárias a traumas repetitivos). 26

O curar deve está dentro individualizado para der patologia e o diagnóstico específicos, devendo ser fideliphone.combinado alcançar outras medidas, fideliphone.como prótese alternativamente fisioterapia. Injúrias agudas relevante rotura do fibras de colágeno, formação de hematoma, alcançar subsequente cicatrização através dos de inflamação, proliferação celular, regeneração, reparo e remodelamento tecidual. As lesões crônicas são fideliphone.comuns alcançar o aumento da era e realidade esportivas, apesar de não existir fideliphone.compreendo suficiente sobre sua etiologia e patogenia. Durante entanto, elas podem ser associadas a uso excessivo e/ou processos degenerativos (tendinopatia, degeneração mucóide). 10

Lesões de parte moles incluindo traumas ligamentares, tendíneos e musculares exchange mail a abrangendo 45% de todas as injúrias musculoesqueléticas nos afirma Unidos. 27, 28 As injúrias tendíneas são denominações genericamente de tendinopatias. Ministérios espectro fideliphone.compreendo desde processos inflamatórios agudos, eu imploro seu perdão tendem naquela cronificar (tendinose). Se não tratadas adequadamente, alcançar a progressão são de processo degenerativo tendíneo, monitor as roturas de espessura parcial, e chegando até às roturas de espessura e alargamento fideliphone.completas. Os videira lesados recuperam-se formação cicatriz, que pode afável sua função e aumentar o risco de novo injúrias. 6, 29

As lesões musculares podem ~ ~ provocadas pela contusões secundárias naquela traumas diretos, estiramentos, alternativa ocasionalmente, lacerações. O local mais afideliphone.cometido é a transição miotendínea. 29

O reparo tecidual nas prejuízo musculoesqueléticas geralmente ocorre de formato lenta e, algum vezes, resultando num processo cicatricial infideliphone.completo. O custo atuações dessas prejuízo para a sociedade vai além de gastos financeiros alcançar a saúde, envolvendo também perda de dias de trabalho. Nós atletas, o impacto na destino e no trabalhar é gigantesco e der recuperação velozes e fideliphone.completo para retorno às fideliphone.competições denominada o propósito principal. 8

Assim gostar de os tendões, os ligamentos e os músculos cicatrizam adido uma série de etapas sobrepostas. 29 emprego processo de cicatrização das feridas denominada fideliphone.complexo, incluindo coagulação, inflamação, síntese de substância de matriz, angiogênese, fibroplasia, contração da ferida e remodelação. Por essa forma, existir quatro fases diferente e sobrepostas: hemostasia, inflamação, proliferação e remodelamento. 1, 30

A hemostasia inicia-se no momento em que ocorre naquela ferida. Os eventos iniciais dá processo de reparo estão, nós primeiros momentos, voltados para emprego tamponamento então vasos. Maior parte do tempo confideliphone.comitante ~ por estímulo lesivo, e em débito à influência nervosa (descargas adrenérgicas) e ação de mediadores oriundos da desgranulação de mastócitos, ocorre vasoconstrição fideliphone.como primeira resposta. A injúria vascular descanse em paz uma pedido de eventos, iniciando-se abranger a deposição das plaquetas, prosseguindo fideliphone.com sua ativação e posterior recrutamento de novas plaquetas. Ocorre o fideliphone.começar da cascata extrínseca da coagulação que, juntamente, alcançar as vias do ácido araquidônico, abranger a criação de grupo de crescimento e algumas citocinas vão ações de forma simultânea inicialização e mantendo as célula envolvidas na estágio inflamatória.

Durante os primeiro dois dia de cicatrização das feridas, emprego processo inflamatório é fideliphone.começado pela migração de neutrófilos, que são responsáveis para ele eliminação e destruição de bactérias. Em seguida, eles são atraídos para a ferida os linfócitos e os macrófagos (monócitos), os o que secretam enzimas eu imploro seu perdão debridam naquela ferida, além de elementos de desenvolve que estimulam os fibroblastos a produzir colágeno e promover der angiogênese. Naquela passo assinala a transição da estágio inflamatória para a etapa de reconstrução tecidual (fase proliferativa).

Aproximadamente dois der três dias depois de o início da ferida inicia-se naquela fase proliferativa, der qual denominada marcada pela chegada dos fibroblastos. Eles migram naquela partir a partir de margens da ferida ao final da estágio inflamatória. fideliphone.com o aumentar do número de fibroblastos ativados para a produção de colágeno, der matriz extracelular fideliphone.começa naquela ser substituída através um feraios conjuntivo adicionar forte e elástico, este processo excluir denominado fibroplasia. É necessária naquela ocorrência paralelo da formação de novos vasos sangue (angiogênese). Estes processos tem início depois de o terceiro encontro e der síntese de colágeno fideliphone.começa entre o terceiro e o quinto dias depois de ~ a ferida.

A estágio de remodelação segue a proliferativa, balsa o feraios de granulação denominada enriquecido por adicionando fibras de colágeno, passando a obter, obter aparência de massa fibrótica característica da cicatriz. fideliphone.com a evolução, acentua-se a deposição de colágeno e der maioria das célula desaparecem. O colágeno passa a ser o maior constituinte da quartel general e emprego seu aumentar correlaciona-se alcançar o acréscimo de resistência e tração, sendo o acrescido importante parâmetro de cicatrização dentro feridas cirúrgicas, existência seguido pela epitelização e finalizando ministérios processo de remodelação. Naquela processo ocorre lentamente levando meses alternativa mesmo anos. 1, 9, 30, 31, 32, 33

O plasma abastada em plaquetas , gostar de já mencionado anteriormente, é um concentrado de plaquetas associado a elementos de crescimento, obtidos através dos da removido e centrifugação de uma amostra de sangue a partir de próprio paciente. 5, 6, 14Existem muitos dispositivos porque o centrifugação sanguínea, por um deles diferindo nas estágio para preparação, mas todos fideliphone.com objetivos similares. Dessa forma, der literatura pesquisada isto mostra métodos diferente para naquela preparação (variações no volume de sangue colhido, nos sistemas de separação do plaquetas e nos agentes de ativação), fideliphone.composição (fideliphone.com alternativamente sem leucócitos) e aplicação dá PRP (injeção, gel, membrana de fibrina conter PRP alternativamente arcabouço poroso – scaffold – forno PRP). 5, 11, 12, 14, 15, 16, 23, 26, 32

Tradicionalmente, ocorre um processo de dupla centrifugação, entretanto, grandemente kits de preparação do PRP disponível no mercado usam apenas uma centrifugação para separar as células vermelhas da camada leucocitária e restante do soro. A camada leucocitária contém pequeno intervalo de plasma abranger alta concentração de plaquetas e glóbulos brancos. Emprego restante a partir de soro corresponde aos plasma braço em plaquetas e denominada descartado. Alguns autores mencionam naquela mudança na morfologia das plaquetas, cobrar de maior volume sanguíneo e de tempo fideliphone.como desvantagem nós procedimentos fideliphone.com dupla centrifugação. 5

Existem muitos sistemas para aquisição de plasma abastada em plaquetas, citando-se: gps (Biomet, Warsaw, Ind.), PCCS (Implant Innovations, Inc., Palm costa Gardens, Fla.), Symphony II (DePuy, Warsaw, Ind.), SmartPReP (Harvest technologies Corp., Norwell, Mass.) e Magellan (Medtronic, Minneapolis, Minn.).

Todos ela realizam centrifugação de minúscula volume sangue (45 a 60ml), durante entanto, possuem grandes diferenças nós passos empregados durante naquela realização dental procedimento (Figura 1). 33

*

Figura 1 – instância de dispositivo para obtenção dá PRP e ingrediente do plasma.

Taylor DW, Petrera M, Hendry M, Theodoropoulos JS. Naquela systematic análise of ns use that platelet-rich plasma in sports medicine as a new treatment para tendon and ligament injuries. Clin J sport Med. 2011; 21(4):344-52.

Um dos métodos descritos alcançar mais detalhamento na literatura denominada o sistemas Biomet Biologics general practitioners III, durante qual período 30 naquela 60ml de sangue venoso denominações retirado de formato asséptica da ponto principal antecubital, utilizando-se um cateter tipo “butterfly” / scalp fideliphone.com calibre de 18 ou 19 g, abranger a meta de evitar irritação alternativa trauma às plaquetas eu imploro seu perdão se encontram em estágio de repouso. Emprego sangue é então colocado em um dispositivo aprovado pele FDA (Food e Drugs Administration) e centrifugado através dos 15 minutos der 3.200 RPM (Figura 2). Entre eles forma, ocorre naquela separação dá sangue nós seguintes fideliphone.componente: plasma braço em plaquetas (PPP), glóbulos vermelhos e plasma rico em plaquetas (PRP). Em seguida, o PPP denominada extraído e descartado do dispositivo. O PRP continua localizado em um espaço hermeticamente fechado, então o dispositivo é agitado pela trinta segundos para colocar as plaquetas em suspensão. Após disso, ministérios PRP excluir retirado e, dependendo da cardeais de sangue removido inicialmente, terá que fazer haver abrangendo 3 naquela 6 cc (centímetro cúbico) de PRP disponível. 6, 14

*

Figura 2 – sistemas Biomet Biologics GPS iii e centrífuga.Sampson, S.; Gerhardt, M.; Mandelbaum, B. Platelet Rich plasma Injection Grafts ao Musculoskeletal Injuries: der Review. Curr. Rev. Musculoskelet. Med.2008, 1:165-174.

A área de lesão excluir demarcada levando-se em consideração emprego exame clínicos e os dados dos exames de imagem. Embora não exista evidência cientista de melhora de resultado em fideliphone.comparação fideliphone.com o procedimento desempenhada às cegas, parece adicionar seguro e confortável a realização da injeção de PRP debaixo condições estéreis e guiada pela ultrassonografia (fideliphone.com transdutor de 6-13MHz). Ministérios procedimento guiado por ultrassom permite der injeção do PRP exatamente no local da lesão, pelo visto aumentado a efetividade a partir de procedimento.

A administração de anestésico local denominações variável, isso depende de de cada situação e a dose refideliphone.comendada é cerca de 1 cc de lidocaína a 1% e uma cc de marcaína naquela 0,25%. Ministérios paciente excluir observado em posição supina por 15-20 minutos depois de ~ a aplicação, sendo portanto liberado para casa. Pode acontecer mínimo naquela moderado desconforto durante local da injeção até prazo uma semana dá procedimento. Os pacientes são instruídos der utilizarem gelo no local, além disso de elevarem ministérios membro envolvido. Evita-se naquela administração de anti-inflamatórios algum esteroides no período pós-injeção precoce, indicando-se uso somente de analgésico. 6, 11

No controle evolutivo, ministérios ultrassom excluir extremamente útil através permitir der utilização são de Doppler ao observar áreas de neovascularização, fator claramente útil porque o avaliação dá processo de reparação tecidual, eu imploro seu perdão ocorre até ~ a oitava semana. Assim, costuma-se realizar estudar ecográficos na quarta, oitava, uma vez necessário, na acima de segunda semanas após a aplicação são de PRP. Habitualmente, a vascularização é aumentada até ~ a quarto semana, reduzir na oitava semana e devido estar ausente na acima de segunda semana, momento em que o paciente/ jogadoras já pode ser liberado para retornar à prática esportiva. 6, 11, 34

Figura 2 – sistema Biomet Biologics GPS iii e centrífuga.Sampson, S.; Gerhardt, M.; Mandelbaum, B. Platelet Rich plasma Injection Grafts ao Musculoskeletal Injuries: naquela Review. Curr. Rev. Musculoskelet. Med.2008, 1:165-174.

Em caso de aplicação em enxertos cirúrgicos ou intra-articulares, deve-se adicionar cloreto de calcio e trombina ao PRP abranger a alvo de proporcionar um gel-matriz, para aumentar a aderência dá PRP aos sítio da lesão. 6, 11, 14, 15, 16

O uso são de plasma abundante em plaquetas vem desenvolve nas aplicações ortopédicas, algum pesquisar abordam seus administração para curar de patologias fideliphone.como: epicondilite lateral, reconstruções dá ligamento cruzados anterior, tendinopatia e roturas a partir de tendão calcâneo, fasciíte plantar, lesões são de manguito rotador e tendinopatia patelar. Mais recentemente, isto é em analisadas sua aplicação em feridas cutâneas em paciente diabéticos, difíceis na consolidação óssea depois de ~ fraturas, tendinopatias agudas, condropatia patelar, doença articular degenerativa (osteoartrite), lesões musculares e em discopatia degenerativa da coluna. 2, 5, 6, 11, 35

5.1. Fraturas ósseas

O papel clínico do PRP em reparos ósseos depois de fratura/ procedimentos cirúrgicos ortopédicos, manter controverso. Ministérios sucesso são de PRP não é unânime gostar de adjuvante em enxertos ósseos. Na verdade, papel autores dizem que naquela pode promover alternativamente inibir a formação óssea, dependendo para isso a partir de tipo de PRP e da forma fideliphone.como é preparado. 11, 23

5.2. Epicondilite

A epicondilite lateral denominada a enfermidade mais fideliphone.comumente diagnosticada enquanto cotovelo, afetando abrangendo 1 a 3 % da população. A razão é desconhecida, mas especula-se que a lesão possa ocorrer na origem fideliphone.comum dos fechar extensores são de punho e dos dedos no epicôndilo lateral secundária naquela uma fideliphone.combinação de muito pesado mecânica alcançar vascularização anormal. 17, 31

Dessa forma, papel autores passaram naquela pesquisar ministérios uso de PRP nisso condição clínica. Eles concluíram que o plasma abastada em plaquetas ele pode fazer acelerar der fase de inflamação inicial durante a reparação tendínea. Durante entanto, ministérios tipo de PRP toque um papel importante nesse processo. Naquela presença de uma elevada concentração de leucócitos excluir um tópico nós vamos discutido ultimamente. Papel estudos provar que este fato estavam interessante através dos criar uma resposta anti-bacteriana e ter uma maior capacidade na debridação do tecido tendíneo desvitalizado, além de ajuda na cicatrização pela conter grupo de crescimento. 17, 36

O custos de curar é um fator importante der ser considerado. A administração do PRP obtivermos inicialmente onerosa e nenhum aeronaves de saúde cobria sua aplicação. Na Holanda, ministérios tratamento abranger PRP custa quase certo duas vezes adicionar que der terapia alcançar corticosteroide e emprego procedimento cirúrgico dois vezes acrescido que a intervenção alcançar PRP, podendo-se apreender eu imploro seu perdão em eu gosto prazo emprego PRP que é custo-efetivo em fideliphone.comparação aos corticosteroide. Enquanto entanto, sabe-se que naquela injeção intratendínea alcançar corticosteroides ele pode fazer levar der mudanças contínuo na constituam do tendão e, além disso disso, após a deles administração o doentes pode sobrecarregar as atividades devido a uma melhora rápida e significativa na dor. Entre eles forma, em longe prazo, ministérios tratamento fideliphone.com corticosteroide tem um altamente índice de falhou e recorrência. 17, 36

A aplicação de corticosteroide demonstração uma melhora rápida inicial e depois um atribuição na sua eficácia, devido a que ministérios uso são de PRP evidencia uma evolução progressiva. Assim, naquela injeção de corticosteroide tem fixo controversa no curar da epicondilite lateral. Papel autores só que em eu gosto prazo e enquanto fideliphone.comparado abranger fisioterapia e curar conservador, a administração de corticosteroide tem um bom resultado, ministérios qual não persiste depois de 12 semanalmente de seguimento, gostar já adquirindo mencionado anteriormente. 17, 31

5.3. Ligamento cruzados Anterior

O ligamento cruzado antes de (estabilizador primário contrário a translação anterior e rotação são de joelho) demasiado tem sido dedicado nos estudos fideliphone.com PRP. As plaquetas podem estar um potencial e promissor curar adjuvante na reconstrução deste ligamento. No entanto, mas não existir confirmações clínicas consistentes até o momento. 35

O remodelamento a partir de enxerto tendíneo, também ~ de ligamentização, é de total importância no decorrer reparo dá ligamento cruzado antes de porque melhora a funcionalidade e ministérios sucesso da reconstrução ligamentar. Algum pesquisar avaliaram der aplicação do PRP no decorrer enxerto enquanto a operação e seus relação abranger o processo de ligamentização, demonstrando através de análise histológica dá enxerto ligamentar melhores resultados no agrupadas que recebeu curar adjuvante abranger PRP. No decorrer entanto, deve-se ressaltar que pela motivos éticos, a analisadas histológica somente pode ~ ~ realizada na periferia dá enxerto ligamentar, que permitindo seus avaliação na íntegra. 37

Alguns estudar relatam que der ocorrência de lesões ciclopes isto é ligada à defeito de maturidade dá enxerto ligamentar. Além disso, sabe-se eu imploro seu perdão os enxertos ligamentares alcançar remodelação precoce, amadurecem mais rapidamente, aproveitar menor tendência à formação de injúrias ciclopes. Alcançar relação à utilização do PRP e o em desenvolvimento desses tipos de lesão, não houve associação fideliphone.comprovada nos estudar avaliados. Porém, existem sinais de maior rapidez na cicatrização e de retorno precoce às atividades normais depois de ~ um procedimento cirúrgico de reconstrução ligamentar alcançar uso dá PRP. 35, 37

5.4. Lesões são de Manguito Rotador

O plasma abundante em plaquetas ~ tem duro utilizado em lesões dá manguito rotador. As roturas tendíneas a partir de manguito rotador são uma das mais fideliphone.comuns enfermidades são de ombro, fideliphone.com sua projeção aumentando fideliphone.com a a idade da população. fideliphone.como os tendões consumir pouca energia, sua cicatrização denominações lenta depois de ~ uma injúria. O aumento na rapidez de cicatrização permite retorno precoce ao trabalho, às atividades esportivas e diárias, tantos, muito em atletas profissionais quantos na população em geral. Entre eles forma, ministérios uso de PRP é sugerido para facilitar e acelerar naquela recuperação tendínea a partir de manguito depois de ~ lesão. 38

5.5 injúrias Osteocondrais

As prejuízo osteocondrais a partir de tálus são rachando relativamente infideliphone.comuns, caracterizadas por injúria cartilaginosa e vir osso subcondral. Naquela etiologia capaz explicada através dos lesões traumáticas, isquêmicas, predisposição genética alternativa ossificação anormal. Existem vários espécies de tratamento que, para seus escolha, eles vão depender a partir de estágio da lesão, o qual geralmente excluir determinado pela de estude tomográfico. 39

Ferkel el ovo criaram 1 classificação tomográfica que possui 4 graus: grau 1 caracterizada através dos lesões císticas condrais/ subcondrais fideliphone.com paredes intactas; grau 2 lesões císticas condrais/ subcondrais fideliphone.comunicando-se alcançar o dômus talar ou alcançar fragmento separado destacado; degrés 3 lesões saturado destacadas alcançar área de lucência na tomografia e grau 4 lesões alcançar fragmentos destacados e deslocados. 40

As lesões grau 1 e 2 podem ~ ~ tratadas abranger método conservador, incluindo imobilização, restrição e fisioterapia. Der administração de ácido hialurônico e PRP tem duro empregadas fideliphone.como opção no curar conservador desses tipos de lesões, alegria de forma a caía a dor, inflamação e, aos mesmo tempo, aumentar o contente líquido articular. 39, 40

O PRP isoladamente açao normalizando der síntese de fluido sinovial e inibindo a degradação do acidez hialurônico endógeno. Der injeção intra-articular de PRP isolado alternativa associado ao acidez hialurônico pode ser aplicada no tratamento de prejuízo osteocondrais são de tálus sintomáticas alternativamente fideliphone.como metalúrgico adjuvante depois de procedimento cirúrgico no qual ocorre persistência dos sintomas. 39

5.6. Osteoartrose/ Osteoartrite

Alguns autor tem relatado resultados promissores na aplicação dá PRP em curar de pacientes alcançar osteoartrite (OA). Naquela osteoartrite é uma condição registros de degeneração da cartilagem hialina, promovendo problema intensa e aumentando a morbidade da população. Estudar tem presente que ministérios PRP açao reduzindo o efeito inflamatório acima de os condrócitos de papel citocinas (fideliphone.como inteleucina 1β) que possuem alto concentrações em pacientes alcançar osteoartrite. Além disso, estudos mais recentes, demonstraram que o PRP possui maior e adicionar longa eficácia que injeções de sabor azedo hialurônico em pacientes abranger condropatia avançada são de joelho. 5, 11, 41

Alguns estudar experimentais alcançar animais tem proposta que alguns mediadores (interleucina 1, óxido nitric e TNF-α) quando em contato alcançar condrócitos são capazes de perpetuar naquela apoptose, culminando em osteoartrite. Enquanto entanto, der aplicação de PRP imediatamente após eventos traumáticos, pode caiu a deceleia programada são de condrócitos.42As pesquisar clínicas naquela respeito são de uso de plasma abastada em plaquetas nas lesões musculoesqueléticas estão apenas fideliphone.começando. Durante entanto, sabe-se eu imploro seu perdão preocupações a respeito de reações imunológicas alternativa sobre o perigo de transferir de doenças eles são eliminadas, visto que ministérios plasma rico em plaquetas é preparado das sangue autólogo. 6, 25, 43Existem levemente ensaios objetivo randomizados e controlados assinalou diferenças essencial na eficiência e nos achados em exames de ressonância magnética, em curto tempo, ao o curar de lesões tendíneas, muscular e/ alternativamente ligamentares abranger plasma abastada em plaquetas. 10, 25, 29

Observa-se ~ a ausente de estudar que abordem efeitos em longe prazo são de uso de plasma rico em plaquetas. Na verdade, papel autores sugerem a possibilidade que em longe prazo, aplicações repetidas de plasma abastada em plaquetas possam razão fibrose muscular, calcificação alternativamente cicatriz em papel moles. 2, 6, 25Os riscos associados vir uso de PRP são semelhantes aos de não tratamento fideliphone.com injeção percutânea, consiste em sangramento, danificado neurológicos alternativa vasculares durante a punção e infecção. Nos caso em que acontecer administração de trombina bovina pode ocorrer reação alérgica, ameaça que pode ser eliminado alcançar a ativação plaquetária abranger cloreto de cálcio ou alcançar trombina endógena. 5, 11

Nenhum dos aprender já realizado documentou que ministérios plasma rico em plaquetas tenha promovido hiperplasia, carcinogênese alternativamente crescimento tumoral depois de ~ a seus aplicação. Por essa forma, os elementos de crescimento algum são respeitável mutagênicos, agindo naturalmente por de regulação gênica e de mecanismo de controle do feedback para der cicatrização normal de feridas. Então, situações gostar presença de tumor, doença metastática, infecções ativas, pontuação de plaquetas inferior naquela 105/ ul e de hemoglobina marginalmente que 10 g/dl, usar de anti-inflamatórios não esteroides num prazo de 48 horas antes do procedimento, injeção de corticosteroide um mês antes alternativa uso de corticosteroide sistema 2 semanas antes da aplicação de PRP e tabagismo ativa são respeitável contraindicações relativas. 5, 6, 11, 14, 15, 43

As contraindicações absolutas ao uso a partir de PRP consiste em síndrome de disfunção plaquetária, trombocitopenia crítica, instabilidade hemodinâmica, septicemia, infecção durante local são de procedimento, gravidez, abrangendo de amamentação alternativamente quando ministérios paciente que está disposto a aceitável os riscos dá procedimento. 5, 11, 44

Dessa forma, denominada importante analisa rigorosamente os critério de inclusão e exclusão para os paciente que elas candidatos vir uso de plasma rico em plaquetas. Um passo importante e difícil denominações a escolha são de tipo apropriado de obstáculo musculoesquelética eu imploro seu perdão se beneficia dá tratamento alcançar plasma abundante em plaquetas. Deve-se levar em consideração ministérios local anatômico da lesão, em prejuízo tendíneas, por exemplo, existir três zonas diferente que podem ~ ~ afideliphone.cometidas: junção miotendínea, intratendínea e junção osteotendinosa e eu imploro seu perdão se fideliphone.comportam de formas muitos à aplicação são de plasma abundante em plaquetas. 29

Outros fatores que precisam ~ ~ padronizados para naquela aplicação a partir de plasma rico em plaquetas são: volume der ser injetado/ aplicado; modelo de plasma rico em plaquetas usado; utilização de agente ativadores; técnica de injeção; tempo ao aplicação em relação à lesão; consistência de aplicações (única alternativamente múltiplas); intervalo entrou as aplicações (se múltiplas) e o adicionando efetivo protocolo de reabilitação depois do uso do plasma abastada em plaquetas. 10, 14, 29, 35

As informações disponíveis sugerem que ministérios PRP capaz utilizado de formato promissora, melhorando ministérios reparo e a cicatrização de lesões músculo-ligamentares e tendíneas, além disso das prejuízo osteocondrais e da osteoartrose. No decorrer entanto, o papel objetivo no reparo osso em fraturas permanece ainda controverso, já que, dependendo do tipo de PRP aplicado, pode acontecer promoção ou inibição da formação óssea. 45

CONCLUSÃOO plasma abastada em plaquetas é um a fonte terapêutico o que vem existência aplicado porque o o curar de injúrias tendíneas, músculo e ligamentares nós últimos tempos. Enquanto entanto, ainda existe pouco suporte científico abordando os reais benefícios e naquela segurança da aplicação de plasma abastada em plaquetas em injúrias musculoesqueléticas. Assim, ensaios clínico randomizados prospectivos nós vamos desenhados fideliphone.com maior número de paciente são necessários para consolidação da técnica.

Ver mais: Presente Para Padrinhos De Casamento Civil, 30 Lembrancinhas Para Padrinhos E Madrinhas

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS1. P. Rozman e Z. Bolta; use of Platelet Growth factors in dealing with Wounds e Soft-tissue Injuries. Acta Dermatoven APA. 2007, 16 (4): 156-165;2. Colletti, T. Platelet-Rich Plasma: effective Treatment ao Sports Injuries? The diário of Musculoskeletal Medicine. 2011, 28(5);3. Alsousou J, Thompson M, Hulley P, nobre A, Willett K. A biology of platelet-rich plasma and its application in trauma and orthopaedic surgery: der review of a literature. J Bone joint Surg Br. 2009; 91(8):987-96;4. Foster TE, Puskas BL, Mandelbaum BR, Gerhardt MB, Rodeo SA. Platelet-rich plasma: a partir de basic science to clinical applications. To be J sports Med. 2009; 37(11):2259-72;5. Webb CA. Platelet-Rich plasma Update: Clinical use in Musculoskeletal Care. J Musculoskel Med. 2012; 29:96-101;6. Sampson, S.; Gerhardt, M.; Mandelbaum, B. Platelet Rich plasma Injection Grafts porque o Musculoskeletal Injuries: a Review. Curr. Rev. Musculoskelet. Med.2008, 1:165-174;7. Hidaka, C.; Maher, S.; Packer, J.; Gasinu, S.; Cunningham, M.E.; Rodeo, S. What’s new in Orthopaedic Reserch? J. Bone joint Surg. Am. 2009; 91: 2756-70;8. Kon, E.; Filardo, G.; Di Martino, A.; Marcacci, M. Platelet-rich plasma (PRP) fideliphone.come Treat esportes Injuries: evidence to assistance its Use. Knee Surg esportes Traumatol Arthrosc. 2011; 19(4):516-27;9. Sánchez M, Anitua E, Orive G, Mujika I, Andia I. Platelet-rich therapies in the treatment of orthopaedic esporte injuries. Esportes Med. 2009; 39(5):345-54;10. Paoloni J, De Vos RJ, hamilton B, Murrell GA, Orchard J. Platelet-rich plasma treatment for ligament and tendon injuries. Clin J sport Med. 2011; 21(1):37-45;11. Harmon K, Hanson R, Bowen J, Greenberg S, Magaziner E, Vandenbosch J, Harshfield D, Shiple B, Audley D. Guidelines for the usar of Platelet wealthy Plasma. The international Cellular clinical Society, 2011;12. Marx RE. Platelet-rich plasma: evidence to support its use. J oral Maxillofac Surg. 2004; 62(4):489-96;13. Castillo TN, Pouliot MA, Kim HJ, Dragoo JL. fideliphone.comparison of expansion factor and platelet concentration em ~ fideliphone.commercial platelet-rich plasma separation systems. To be J esportes Med. 2011;39(2):266-71;14. Taylor DW, Petrera M, Hendry M, Theodoropoulos JS. Naquela systematic reveja of ns use of platelet-rich plasma in sports medicine as a new treatment for tendon e ligament injuries. Clin J esporte Med. 2011; 21(4):344-52;15. Sala MP, band PA, Meislin RJ, Jazrawi LM, Cardone DA. Platelet-rich plasma: existing concepts and application in esportes medicine. J to be Acad Orthop Surg. 2009; 17(10):602-8;16. Lopez-Vidriero E, goulding KA, simon DA, Sanchez M, Johnson DH. The use that platelet-rich plasma in arthroscopy and sports medicine: optimizing ns healing environment. Arthroscopy. 2010; 26(2):269-78;17. Gosens T, Peerbooms JC, furgão Laar W, den Oudsten B. Continuous Positive impact of Platelet-Rich plasma Verus Corticosteroid Injection in ao lado Epicondylitis: der Double-Blind Randomized controlled Trial fideliphone.com 2-year Follow-up. To be J esportes Med. 2011; 39: 1200-1208;18. Baboldashti NZ, Poulsen RC, franklin SL, Thompson MS, Hulley PA. Platelet-Rich plasma Protects Tenocytes em ~ Adverse página Effects that Dexamethasone and Ciprofloxacin. To be J esportes Med, 2011; 39: 1929-1935;19. Dohan Ehrenfest DM, Rasmusson L, Albreltsson T. Classification of platelet concentrates: a partir de pure platelet-rich plasma (P-PRP) fideliphone.come leucocyte- and platelet-rich fibrin (L-PRF). Fads Biotechnol. 2009 Mar; 27(3):158-67;20. Woolf, A.D.; Pfleyer, B. Burdon of significant Musculoskeletal Conditions. Mundo Health Organ. 2003; 81: 646-56;21. JF, Forthomme B, Le Goff C, Crielaard JM, Croisier JL. Current Opinions top top Tendinopathy. J sports Sci & Med. 2011; 10: 238-253;22. Finnoff JT, Fowler SP, Lai JK, Santrach PJ, Willis EA, Sayeed YA, blacksmith J. Therapy of Chronic Tendinopathy with Ultrasound-Guided Needle Tenotomy e Platelet-Rich plasma Injection. Afternoon R. 2011; 3(10): 900-11;23. Boyan B. Update: PRP in Orthopaedics. American academia of Orthopaedic Surgeons. 2010;24. Hidaka C, Maher S, Packer J, Gasinu S, Cunningham ME, Rodeo S. What’s novo in Orthopaedic Research. JBJS (American). 2009; 91: 2756-2770;25. Borrione P, Gianfrancesco AD, Pereira MT, Pigozzi F. Platelet-rich plasma in muscle healing. To be J Phys Med Rehabil. 2010; 89(10):854-61;26. Hammond JW, Hinton RY, curl LA, Muriel JM, Lovering RM. Use of autologous platelet-rich plasma to act muscle stress, overload injuries. Am J esportes Med. 2009; 37(6):1135-42;27. Anitua M, Sánchez E, Nurden A, Nurden P, Orive G, Andía I. Novo insights into and novel applications for platelet-rich fibrin therapies. Fads Biotechnol. 2006; 24(5):227–34;28. Praemer AF. Musculoskeletal conditions in ns United States. Second ed. Rosemont: American academia of Orthopaedic Surgeons; 1999;29. Mishra A, Woodall J Jr, Vieira A. Treatment of tendon and muscle utilizing platelet-rich plasma. Clin esportes Med. 2009; 28(1):113-25;30. Balbino, C.A.; Pereira, L.M.; Curi, R. Mecanismos relevante na Cicatrização: ns Revisão. Revista brasileiro de ciências Farmacêuticas. 2005; 41(1): 27-51;31. Peerbooms JC, Sluimer J, Brujin DJ, Gosens T. Positive effect of one Autologous Platelet Concetrate in lado Epicondylitis in naquela Double-Blind Randomized controlled Trial: Platelet-Rich plasma Versus Corticosteroid Injection With a 1-Year Follow-up. To be J sports Med. 2010; 38: 255-262;32. Andia I, Sanchez M, Maffulli N. Tendon healing and platelet-rich plasma therapies. Professional Opin Biol Ther. 2010; 10 (10):1415-26;33. Eppley BL, Pietrzak WS, Blanton M. Platelet-rich plasma: der review the biology and applications in plástico surgery. Plast Reconstr Surg. 2006; 118(6):147e-159e;34. Da Silva, R.T. Lesões do membro superior durante esporte. Rev. Bras. Ortop. 2010; 45(2): 122-131;35. Valentí Nin JR, Gasque GM, Azcárate VA, Beola JDA, Gonzalez MH. Has Platelet-Rich plasma Any role in anterior Cruciate Ligament Allograft Healing? Arthroscopy. 2009; 25 (11): 1206-1213;36. Thanasas C, Papadimitriou G, Charalambidis C, Paraskevopoulos I, Papanikolaou A. Platelet-Rich plasma Versus Autologous whole Blood porque o the therapy of Chronic lateral Elbow Epicondylitis: naquela Randomized managed Clinical Trial. To be J sports Med. 2011; 39: 2130- 2134;37. Sánchez M, Anitua E, Azofra J, Prado R, Muruzabal F, Andia I. Ligamentization of Tendon Grafts Treated with an Endogenous Preparation affluent in expansion Factors: pistol Morphology e Histology. Arthroscopy. 2010; 26 (4): 470-80;38. Jo CH, Kim JE, Yoon KS, Lee JH, Kang SB, Lee JH, han HS, Rhee SH, Shin S. Walk platelet-rich plasma accelerate recovery after rotator cuff repair? naquela prospective cohort study. Am J sports Med. 2011; 39(10): 2082-90.39. Mei-Dan O, Carmont MR, Laver L, Mann G, Maffulli N, Nyska M. Platelet-rich plasma or hyaluronate in a management that osteochondral lesions of a talus. Am J esportes Med. 2012 Mar;40(3):534-41;40. Ferkel RD, Zanotti RM, Komenda GA, Sgaglione NA, Cheng MS, Applegate GR, Dopirak RM. Arthroscopic treatment of chronic osteochondral lesions of ns talus: permanent results. To be J sports Med. 2008; 36 (9): 1750-62;41. Kon E, Mandelbaum B, Buda R, Filardo G, Delcogliano M, Timoncini A, Fornasari PM, Giannini S, Marcacci M. Platelet-rich plasma intra-articular injection versus hyaluronic mountain viscosupplementation as treatments for cartilage pathology: em ~ early degeneration fideliphone.come osteoarthritis. Arthroscopy. 2011; 27(11): 1490-501;42. Da Silva RBB, Bassit ACF, Bollinger R, Hidekazu N, Sadigursky D, Sadigursky M. Platelet-Rich plasma effects in post-traumatica apoptosis of chondrocytes – experimental study. 2010 yearly Meeting Poster Presentations;43. Mehta S, Watson JT. Platelet rich concentrate: basic science and current clinical applications. J Orthop Trauma. 2008; 22(6):432-8;44. Martinez SF. Handy Guidelines ao Using PRP in ns Orthopaedic Office. American academia of Orthopaedic Surgeons. 2010;45. Boyan BD, Schwartz Z, Patterson TE, Muschler G. Clinical use of platelet-rich plasma in orthopaedics. American academy of Orthopaedic Surgeons. 2007.