OBJETIVO. Revisão da filogênese e ontogênese hepáticas, dá sistema microvascular hepático e da modulação são de tônus dental sistema vascular através dos diferentes substâncias vasoativas. MÉTODO. Pesquisa de opinião de postagens por meio são de sistema MEDLINE e consulta der livros-texto. RESULTADO. Passou a ser selecionados 52 está funcionando publicados entrada 1949 e 1997, são de quais retiramos as informações a respeito de filogênese e ontogênese hepáticas, sistema microvascular hepático e mecanismos de direção do tonics vascular hepático. CONCLUSÃO. Ministérios fígado tem sistema vascular máximo especializado na doutor de mecanismos de troca entrou hepatócitos e sangue. Diferente fatores açao continuamente sobre estrutura contrácteis deste sistema vascular adequando der perfusão do tecido hepático às precisa homeostáticas de por momento. Ministérios fígado é órgão eminentemente mantenedor a partir de meio interno.

Sistema microvascular Hepático; Peptídios vasoativos; Bradicinina; Óxido nítrico; Homeostase




Você está assistindo: Quais são as funções do fígado

PURPOSE. To reveja some facets of a hepatic phylogeny e ontogeny, a hepatic microvascular system, e the modulation of ns tonus top top this vascular system by different vasoactive substances. METHOD. Text books e articles em ~ MEDLINE-indexed journals were consulted. RESULTS. Fifty-two articles, that were published between 1949 e 1997, were selected. They detailed us com information worrying hepatic phylogeny and ontogeny, the hepatic microvascular system, e the modulation of the tonus in this vaso sanguíneo system. CONCLUSION. Ns architecture of ns hepatic microvascular system, a unique e complex vascular system, is well suited to a functions of a organ. Different factors, consisting of endothelial vasoactive substances, take part in a modulation of the vascular resistance through the liver adequating the liver perfusion to ns homeostatic needs. The liver is eminently a maintainer of inner stability.

Hepatic microvascular system; Vasoactive peptides; Bradykinin; Nitric oxide; Homeostasis


Artigo Original

Substâncias vasoativas e naquela modulação dá sistema microvascular impaciente

M.R. Loureiro-Silva, H.M. Molina, D.R. Borges

Laboratório de Hepatologia Experimental; departamentos de farmacêutico e bioquímica da Universidade comunidade de elas Paulo, SP.

RESUMO ¾ OBJETIVO. Revisão da filogênese e ontogênese hepáticas, a partir de sistema microvascular hepático e da modulação dá tônus dental sistema vascular pela diferentes substâncias vasoativas.

MÉTODO. Levantamento de artigo por meio do sistema MEDLINE e consulta a livros-texto.

RESULTADO. Passou a ser selecionados 52 fábrica publicados adentraram 1949 e 1997, dos quais retiramos together informações a respeito de filogênese e ontogênese hepáticas, sistema microvascular impaciente e mecanismos de controle do tom vascular hepático.

CONCLUSÃO. O fígado possui sistema vascular máximo especializado na promoção de mecanismos de troca entrou hepatócitos e sangue. Diferentes fatores agir continuamente sobre estrutura contrácteis disto sistema vaso sanguíneo adequando naquela perfusão são de tecido hepáticas às precisa homeostáticas de cada momento. Ministérios fígado é instituições eminentemente mantenedor são de meio interno.

UNITERMOS: sistemas microvascular Hepático. Peptídios vasoativos. Bradicinina. Óxido nítrico. Homeostase.

INTRODUÇÃO

Zoologistas consideram que emprego primeiro fauna pluricelular ser estar pequeno, radialmente simétrico e composto através dos massa celular sólida recoberta através dos camada de célula monociliadas. Provavelmente não possuía boca alternativa intestino. Pequena partículas de alimento, como bactérias, algas ou fragmentárias celulares, eles eram internalizados (fagocitose) pelas célula externas formando-se vacúolos alimentares. Lisosomas secretavam enzimas dentro de destes vacúolos e ocorria, então, processo de digestão intracelular. Nutrientes derivados deste processo digestório passavam para ministérios citoplasma e ministérios material algum aproveitável foi ~ descartado por meio de exocitose. As célula internas eram nutridas dar simples difusão de nutrientes naquela partir das células externas. Ainda hoje existir animais, como as esponjas (pluricelulares poríferos), que algum têm boca ou intestino e alimentam-se desta forma1.

Todos os demais animais pluricelulares possuem orais e intestino, quem epitélio de revestimento denominada contínuo alcançar o epitélio da superfície corporal. Der presença de cavidade digestória tornou possível emprego processo de digestão extracelular naquela partir da secreção de enzimas, produzidas pela células especializadas, sobre o comida ingerido. A digestão extracelular tem méritos sobre der intracelular, gostar de a habilidade de ingestão de volumes prolongar de alimento alcançar menor freqüência de alimenta e menor ameaça de internalização de agente patogênicos1.

O em desenvolvimento de ânus e der diversificação da forma a partir de intestino proporcionaram, respectivamente, o estabelecer de escoamento unidirecional do comida e a especialização segmentar do tubo digestório, tornando der digestão ainda adicionando eficiente. Paralelamente, desenvolveram-se muitos tipos de células secretoras responsáveis para o produção múltiplo substâncias, enzimáticas alternativa não-enzimáticas, relacionado na digestão extracelular. Estas células agruparam-se em segmentos específico e, finalmente, alguns desses grupos telefones passaram naquela fazer ajudando de estrutura glandulares anexas vir tubo digestório, gostar o fígado1.

Filogeneticamente, ministérios fígado é instituições antigo o que surgiu adentraram os cnidários (e.g., anêmona-do-mar) na formato de espessamento do intestino primitivo, possuindo efetua metabólica e de armazenamento. Entrou os elementos que permitir a adaptação de animal ao ambiente terrestre, isto é o desenvolvendo de estrutura abranger função hepática. A falta dá meio aquático, facilitador dos mecanismos de troca, tornou a homeostase adicionando difícil, os jurídico de biotransformação essencial e der reatividade imunológica necessariamente adicionando sofisticada2. Estrutura menos desenvolvidas o que apresentem algum função hepática, como o espessamento do intestino da anêmona-do-mar, são, na verdade, homólogas ~ por fígado. Somente os animais cordados tenho fígado como agências sólido acessório ao tubo digestório1.

Embriologicamente, naquela formação dá fígado no ser humano inicia-se das espessamento são de epitélio endodérmico da parte ventral são de intestino anterior no décimo-oitavo dia. Nesta estágio precoce tenho expressão a partir de RNA mensageiro da a-fetoproteína aclamação o desenvolve de linhagem de células hepáticas3, denominações hepatoblastos. Ocorre rápida proliferação móvel e conseqüente formação são de divertículo hepático. Naquela porção distal disto divertículo produzir fitas celulares que invadem o septo transverso, folha de mesênquima que separa o cardíaco (em desenvolvimento) a partir de saco vitelino, desatualizado na papel proximal inicia-se der formação de ducto biliar comum, vesícula biliar e ducto cístico. Mais tarde, cordões epiteliais hepáticos mesclam-se abranger os seios sangüíneos ns veias vitelinas e umbilicais enquanto septo transverso, estabelecendo portanto a construção básica dá parênquima hepático4,5. Der filogênese e a ontogênese do fígado refletir os princípios estruturais e funcionais do órgão2.

Interposto entre o sistemas digestório e o restante são de organismo como um guardião, emprego fígado recebe grande variedade de revendedor autorizado endobióticos e xenobióticos, consiste em nutrientes e substâncias tóxicas. O fígado é aderiu pela captação de aminoácidos, carboidratos, lipídios e vitaminas. Armazena, converte metabolicamente e libera aqueles elementos alternativamente seus itens para ministérios sangue alternativamente bile. Mesmo importante é o processo de biotransformação que torna materiais de construção hidrofóbicas em hidrossolúveis, possibilitando naquela excreção do mesmas através meio da urina alternativamente bile. Além disso, ministérios fígado integrar o sistemas de defesa dá organismo anti macromoléculas estranhas, gostar toxinas bacterianas e partículas, vírus e bactérias5. Função hepática capaz definida como a volume do fígado ao controle a concentração de solutos dentro veias hepático e na bile6. Ministérios fígado é, portanto, um dos principais vísceras mantenedores do meio interno, proposta arquitetura alto especializada que otimiza os mecanismos de troca entrou sangue e célula hepáticas.

SISTEMA MICROVASCULAR HEPÁTICO

Em 1666, Malpighi retratado pela em primeiro lugar vez, microscopicamente, a circulação hepática. Suas nota somadas ~ por estudos de Harvey, postagem em 1651, formaram conceito sobre a estrutura e microcirculação hepático que, dois séculos adicionar tarde, ainda seria aceito. Em 1844, johannes Müller, emprego pai da fisiologia moderna, aplicativo este ideia em seu "Textbook of Physiology". Onze anos antes, em 1833, Kiernan havia explicar o que conhecemos hoje como lóbulo hepático clássico, inventar hexagonal demarcada através espaços-porta. Em 1925, Löffler começou o estude in vivo da microcirculação hepática, maneira que nas décadas seguintes passou der ser aplicado pela vários pesquisadores. O conceito de lóbulo hepático clássico, descrito pela Kiernan como a unidade hepática, algum se adequava às nota destes pequisadores, pois desrespeita princípios básicos de fisiologia circulatória. Em 1973, Rappaport descreveu a unidade hepática microcirculatória, fundamentando o conceito de ácido hepático gostar unidade hepática funcional7.

O sistemas microvascular hepático (Fig. 1) compreende tudo os vaso intra-hepáticos abranger diâmetro interno inferior der 300 mm; incluem, portanto, all os vasos sangüíneos e linfáticos imediatamente envolvidos na distribuição e distância de fluidos dá parênquima hepático. Elas eles: vênulas portais, arteríolas hepáticas, sinusóides, vênulas quartel general e linfáticos.

Ver mais: Qual A Função Da Vitamina D No Organismo E O Que A Deficiência Pode Causar?

Os elementos reguladores a partir de fluxo sangüíneo através do sistemas microvascular hepático e sua relação abranger a estrutura e função dá fígado ainda não são completamente compreendidos8.