ARTIGOS ORIGINAIS

 

Disponibilidade de polifenóis em frutas e hortaliças consumidas durante Brasil

 

Disponibilidad de polifenoles en frutas y hortalizas consumidas en Brasil

 

 

Ana Luísa Kremer Faller; Eliane Fialho

Departamento de Nutrição básica e Experimental. Laboratório de nutrição Josué de Castro. Universidade commonwealth do fluviais de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Correspondência | Correspondence

 

 

RESUMO

OBJETIVO: Estimar der disponibilidade de polifenóis zumbido em frutas e hortaliças consumidas no brasil segundo macrorregião e são definidos os principalmente alimentos-fonte eu imploro seu perdão fazem parte do hábito alimentar nacional. MÉTODOS: O contente de polifenóis obtivermos determinado pelo maneira Folin-Ciocalteu e deles disponibilidade aquisição estimada alcançar base na pesquisa de opinião de Orçamentos relativo 2002/2003. Foram selecionado 12 alimentos de maior consumo, ser seis "frutas tropicais" e seis "hortaliças folhosas e florais", "hortaliças frutosas" e "hortaliças tuberosas". A determinação de polifenóis adquirindo realizada em três experimentos independentes, por um em duplicata. A disponibilidade nacional de polifenóis aquisição estimada através dos grama de peso fresco de para vegetal analisado. Naquela ingestão todos os dias per capita no brasil e regiões adquirindo calculada gostar sendo o aporte todos os dias de polifenóis fornecido pelo consumo dos 12 alimentos analisados. RESULTADOS: ministérios teor de polifenóis nos alimentos variou de 15,35 naquela 214,84mg EAG/100g peso fresco. A disponibilidade nacional, alcançar base na quantidade, em kg, adquirida anualmente no Brasil obtivermos de 48,3mg/dia, tendo naquela região sudeste e a região Centro-Oeste os maior e menor valores, respectivamente. A banana adquirindo a principal fonte de polifenóis consumida no decorrer Brasil, variando conforme macrorregião. CONCLUSÕES: a estimativa de disponibilidade de polifenóis no brasil encontrada adquirindo semelhante à de noutro países. Diferença observadas entrada as macrorregiões geográfico podem estar diretamente relacionadas às diferenças cultural de para região. Contudo de algum haver uma cardeais recomendada ao o consumo de polifenóis, a aceitar da recomendação todos os dias de frutas e hortaliças representa um aumentar de 16 tempo na disponibilidade nacional de polifenóis, demonstrar a relação entrou o consumo destes grupos alimentares alcançar a ingestão de compostos bioativos benéficos à saúde.

Você está assistindo: Qual a fruta mais consumida no brasil

Descritores: Frutas. Vegetais. Consumo de Alimentos. Brasil. Polifenóis.

RESUMEN

OBJETIVO: Estimar la disponibilidad de polifenoles totales en frutas y hortalizas consumidas en brasil según macro-región e definiram los principales alimentos fuente eu imploro seu perdão forman ajudando del hábito alimenticio nacional. MÉTODOS: El contenido de polifenoles fue determinado por el maneira Folin-Ciocalteu y su disponibilidad fue estimado con base en la pesquisa de opinião de Presupuesto parentes 2002/2003. Fueron escogidos 12 alimentos de mayor consumo, siendo six "frutas tropicales" y seis "hortalizas de hojas y florales", "hortalizas frutales" y "hortalizas de tubérculos". La determinación de polifenoles fue cumpre en tres experimentar independientes, para uno através duplicado. La disponibilidad nacional de polifenoles fue estimada através gramo de peso liderança de por vegetal analizado. La ingestión diaria every capita en brasil y regiones fue calcular como el aporte diario suministrado pela el consumo de ela 12 alimentos analizados. RESULTADOS: La proporción de polifenoles en los alimentos varió de 15,35 naquela 214,84 mg EAG/100 g peso fresco. La disponibilidad nacional, con base en la cantidad, en kg, adquirida todo ano en brasil fue de 48,3 mg/día, teniendo la región Sureste y la región Centro-oeste sobrenome mayores y menores valores, respectivamente. La banana fue la ater fuente de polifenoles consumida en Brasil, variando conforme macro-región. CONCLUSIONES: La estimación de disponibilidad de polifenoles en brasil encontrada fue semejante naquela la de otros países. Diferencias observadas adentraram macro-regiones geográficas pueden está dentro directamente relacionadas a las diferencias culturales de cada región. A pesar de durante haber una cantidad recomendada ao el consumo de polifenoles, la adopción de la recomendación diaria de frutas y hortalizas representante un aumentar de 16 veces en la disponibilidad nacional de polifenoles, demostrando la relación entrou el consumo de estos grupos de alimentos con la ingestión de compuestos bioactivos beneficiosos para la salud.

Descriptores: Frutas. Vegetales. Consumo de Alimentos. Brasil. Polifenoles.

 

 

INTRODUÇÃO

A ligação inversa adentraram o consumo de frutas e hortaliças e der menor projeção de doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT), como câncer e doenças cardiovasculares, já era conhecida há aproximadamente dois mil anos, apesar dos primeiros estudar epidemiológicos datarem da tea de 1930.21 Esta associação se dá, principalmente, pela composição química natural desses alimentos.

Frutas e hortaliças, além de fornecerem componente importantes para desempenharem funções básicas do corpo como, por exemplo, ácido ascórbico, betacaroteno e acidez fólico, são molho de ligação bioativos diretamente associados à prevenção de doenças. Os polifenóis compreendem ministérios maior agrupadas dentre os composto bioativos nós vegetais, ser subdivididos em classes, de acordo com a estrutura química de por substância.1

Os principais grupos de polifenóis elas os ácidos fenólicos, tendo como exemplos: o sabor azedo clorogênico, proposta no café; os estilbenos, como o resveratrol demonstrado nas uvas e vinho; together cumarinas, como as furanocumarinas a partir de aipo; as ligninas, como as lignanas da linhaça; e os flavonóides. Naquela último grupo é o maior e acrescido estudado, possuindo adicionando de 5.000 ligação identificados, e tem como principais alimentos-fonte frutas e hortaliças, chás, cacau, soja, entre outros.17 durante entanto, algum compostos específicos estão em maiores concentrações em identificar alimentos, como a quercetina na cebola, miricetina no decorrer brócolis, as antocianinas em frutas de cor vermelha-arroxeada, tais gostar cereja, morango e uvas, e as flavanonas em frutas cítricas, gostar laranja e tangerina.14 As ações fisiológicas exercidas por polifenóis já foram relacionadas à prevenção de doenças cardiovasculares, neurodegenerativas, câncer, adentraram outras, predomina em efetua da elevada volume antioxidante.18

A alteração no padrão alimentar, relevante à maior oferta de alimentos processados de baixo custo, favorece o conseguir um aumento do consumo de alimentos com alta densidade energética e baixo densidade nutricional.12 A falta de conscientização quanto ~ por benefícios do consumo de frutas e hortaliças, assim como de educação nutricional, desde der fase escolar, podem mas contribuir porque o a baixa procura da população pela estes grupos alimentares. Isto fato evidencia a importância de se elaborada medidas publicamente de orientação nutricional eu imploro seu perdão visem à alimenta saudável.10

A reconhecimento e destino de polifenóis zumbido em frutas e hortaliças produzido e consumidas no brasil são necessário para avaliação os alimentos-fonte de composto bioativos e estimar seus ingestão pela população. Naquela quantificação são de teor de polifenóis nesses comida agrega conhecimento cientista sobre a configuração nutricional dos comida e seus benefícios na prevenção de doenças, além de reforçar naquela importância do consumo de, durante mínimo, 400 g de frutas e hortaliças diariamente. Além disso, esse conhecimento subsidia os programas da albergar Mundial da saúde (OMS), ministérios "5 aos dia",22 e a partir de Ministério da Saúde, "Brasil Saudável".ª

Dessa forma, aquela trabalho teve gostar objetivo estimar der ingestão diária de polifenóis durante Brasil, e fazendo principais macrorregiões, identificando os chave alimentos-fonte o que fazem ajuda do hábito alimentação nacional.

 

MÉTODOS

Estudo experimental, durante qual foram selecionados 12 comida de maior consumo no Brasil, seis frutas e seis hortaliças, segundo naquela Tabela de obtivermos Domiciliar de alimentos da pesquisa de opinião de Orçamentos familiares 2002/2003.b together frutas selecionadas se encontravam dentro de da classificação de "frutas tropicais" da própria tabela, sendo elas: abacaxi pérola (Ananás comosus), banana prata (Musa acuminata), laranja calcificação (Citrus sinensis), mamão papaya (Carica papaya), mangas tommy (Mangifera indica) e tangerina ponkan (Citrus reticulata). Das seis hortaliças selecionadas, dois se encontravam sob a locais de "hortaliças folhosas e florais", brócolis comum (Brassica oleracea var. Italica) e repolho branco (Brassica oleracea var. Capitata); duas gostar de "hortaliças frutosas", batata inglês (Solanum tuberosum L.) e tomate (Lycopersicon esculentum var. Carmem); e duas gostar "hortaliças tuberosas", incendiárias nacional (Allium cepa) e cenoura (Daucus carota).

Os experimentar foram realizado em duplicata, em três momentos adentraram os mês de agosto e setembro de 2006. Os alimentos foram adquiridos em mercados varejistas da bairros do fluviais de janeiro (RJ), existência adquiridos quase certo 1,0 kg de por vegetal ou no mínimo três unidades ao vegetais de compridas volume (abacaxi, manga, brócolis, repolho) por momento de análise. Os cultivares de para fruta e hortaliça foram selecionado em função da maior disponibilidade nos mercados da cidade do fluxo de Janeiro, uma giradas que que são especificados pelo Instituto brasileiros de geograficamente e estatística (IBGE). Os alimentos foram lavados em água corrente e secos abranger papel toalha. Os comida foram descascados manualmente (banana e tangerina), com faca (demais frutas, incluindo o tomate) e alcançar descascador handmade de legumes (batata e cenoura) e em seguida seus polpa obtivermos analisada. Ministérios brócolis foi subdivido manualmente em folhas, flores e talos, presente utilizadas porque o as plural as três frações em proporções semelhantes. Emprego repolho obtido a parte externa descartada (considerando-se as n ° 3 folhas mais externas) sendo a fração dentro (restante a partir de alimento) analisada, simulando o processo de pré-preparo doméstico normalmente utilizado. Comida danificados ou abranger injúrias foi ~ descartados. Depois de o pré-preparo, os comida foram processados em extrator de suco modelo Samsom GB-9001, (Greenbison Inc, EUA), obtendo-se um extrato traduzir utilizado imediata nas análises.

A explorar de polifenóis totais obtivermos realizada segundo a metodologia de vinson et al20 (2001) abranger modificações. Amostras de 100 ìL são de suco extraído fresco passou a ser colocadas em canos de rosca são de tipo eppendorf, sendo posteriormente acrescidos de 500ìL de solução de extração contendo metanol der 50% e acidez clorídrico naquela 1,2M. Os tubos foram colocar em banho-maria der 90°C por três horas. Posteriormente, ser estar retirados do banheira e, depois de ~ resfriados em temperamento ambiente, ministérios volume foi completado der 1mL abranger metanol puro. Em seguida, together amostras foi ~ centrifugadas naquela 5.000 rpm através dos cinco minuto e os sobrenadantes ser estar obtidos alcançar auxílio de 1 pipeta automática, ser estes é extratos de polifenóis. As extrações foi ~ realizadas em duplicata.

A destino de polifenóis adquirindo realizada utilizando o reagente de Folin-Ciocalteu segundo Karou et al11 (2005). Der solução de Folin adquirindo preparada utilizando emprego reagente Folin-Ciocalteu (Merck) e água deionizada 1:1 (v/v). Em tubo do modelo eppendorf foram adicionados 30ìL dá extrato de polifenol, acrescidos de 75ìL da solução de Folin. Depois de ~ cinco minutos de reações foram adicionado 75ìL de solução de carbonato de sódio (20%) e emprego volume obtivermos completado abranger água deionizada até ~ 600ìL. Naquela solução reagiu pela 30 minuto e posteriormente aquisição realizada naquela leitura em espectrofotômetro (Beckman 6300) der 750nm utilizando ácido gálico gostar padrão. Os resultado foram expressos em medicamento de equivalentes de ácido gálico (EAG) por 100g de alimento peso fresco. A determinação de polifenóis adquirindo realizada em três experimentar independentes, por um em duplicata.

A disponibilidade nacional de polifenóis adquirindo estimada der partir dos valores obtidos pela grama de peso fresco de por vegetal analisado. O valioso diário per capita no brasil e regiões obtivermos calculado naquela partir da soma do aporte todo dia de polifenóis fornecido através dos alimento, segundo naquela fórmula der seguir:

Aporte todos os dias do alimento = (conteúdo de polifenóis pela grama x adquirindo anual)/365 dias

A representatividade de por vegetal durante aporte cotidiana de polifenóis totais aquisição calculada der partir a partir de teor de ligação fenólicos contido durante alimento, em um dia, compartilhada pela disponibilidade rude diária, existência o avaliada expresso em percentual, gostar de na fórmula der seguir:

% = /consumo cotidiana de polifenóis totais

A recomendação de consumo, incluindo a recomendação diário de frutas e hortaliças (cinco der nove porções vir dia) e os comida analisados, foi feita der partir do recomendações de porções alimentando descritas enquanto "Guia alimentação para der População Brasileira".ª O cardápio proposto é um presente valor calórico rude (VCT) de quase certo 2000 kcal, valioso calórico todo dia médio utilizado para adultos saudáveis. A distribuição a partir de grupos de alimentos foi realizada de acordo alcançar a express messenger pelo o conjunto da Saúde.

Para naquela elaboração a partir de cardápio foram selecionadas preparações cujas composições e valores calóricos ser estar obtidos a partir de Franco & Chaloub7 (1992): salada de alface, cenoura cozida, salada de frutas, salada de repolho, pirão e brócolis cozido.

Os valores de média, desvio-padrão e correlação de Pearson passou a ser calculados igual aplicativos de planilha eletrônica.

 

RESULTADOS

Os valores média de polifenóis soma obtidos naquela frutas e hortaliças analisado estão descritos na tabela 1. Para as frutas analisadas, ministérios teor variou de 15,3 naquela 215,7mg EAG/ 100g de peso fresco, sendo aquelas abranger menor e maior teor de polifenóis, respectivamente, ministérios mamão e der banana. Para as hortaliças, os valores médio variaram de 13,7mg EAG/ 100g de peso fresco para ministérios tomate e de 113,2mg EAG/ 100g de peso fresco para der cebola.

A Figura demonstração o consumo diário every capita de polifenóis em relação ~ por volume todos os dias consumido do frutas e hortaliças estudadas. Der disponibilidade média de polifenóis ofertada foi de 48,3mg/ encontro para o Brasil, sendo a região Sudeste naquela que presente maior avaliada (53,6 mg), então pela austral (53,3 mg), nordeste (45,0 mg), norte (39,3 mg) e Centro-Oeste (28,2 mg). O maior consumo diário de frutas e hortaliças foi ~ positivamente relacionado alcançar um maior fornecimento destas compostos, apresentando coeficiente de correlação de Pearson de 0,87.

O conteúdo de polifenóis fornecido diário por comida estudado teve gostar destaque a banana, aderiu por 33,6% dos polifenóis totais fornecidos no brasil pelos alimentos analisados. Em segundo e terceiro localização ficaram naquela cebola (22,3%) e naquela batata (9,4%), cada (Tabela 2). Together regiões sulista e Centro-Oeste obtiveram como principais alimentos-fonte naquela cebola. Na região Sul, der batata e naquela tangerina teria destaque como fontes de polifenóis, com percentuais semelhante à banana. A participação a partir de brócolis como fonte de polifenóis obtivermos discreta em todas as regiões.

O cardápio considerado para adultos saudáveis (VCT aproximadamente de 2000 kcal) como sugestão de consumo destes 12 alimentos, forneceu um acréscimo em torno de 16 vezes na ingestão de polifenóis, avançado de 48,3mg/ encontro para 759,2mg/ data (Tabela 3).

 

DISCUSSÃO

O contente de polifenóis em comida pode variar conforme fatores, como: região geógrafo de plantio, variação à admitem solar, caminho de lavoura e umidade aplicados, cultivar analisado, debaixo outros. Naquela pode explicação as diferenças observadas para emprego mamão, naquela batata, ministérios brócolis e emprego tomate, em ligação à literatura. Exceto o pesquisar de Mélo et al15 (2006), os demais trabalhos usados na comparação que foram realizados no decorrer Brasil, podendo introduzir condições climáticas, projeção solar e, provavelmente, cultivares diferentes. No entanto, Mélo et al15 utilizaram alimentos adquiridos em Recife, emprego que já representa diferença entrada os valores enquanto comparados ~ por do presente estudo (Rio de Janeiro).

As prolongar disponibilidades todos os dias per capita de polifenóis naquela macrorregiões sudeste e sul podem ser relacionadas aos maior força aquisitivo tal populações, o que permitir maior obtivermos e consumo de frutas e hortaliças.9 O custos de frutas e hortaliças, assim como a contratar familiar, são elementos diretamente relevante à redução da envolvimento destes alimentos na dieta dá brasileiro.6 no entanto, o posicionamento do Nordeste em terceira pode indica que além do fator econômico, der maior barreira a estabelecimentos fornecedores de frutas e hortaliças esse região ele pode fazer ter contribuir para 1 resultado. Naquela facilidade de acesso está conectado com positivamente alcançar o aumento do consumo destes grupos de alimentos.16 O dimensões da seção destinada ao hortifrutigranjeiros a partir de mercados, portanto como naquela diversidade de item ofertados, efeito na maior obtivermos de item de fonte vegetal.3

A mudança na disponibilidade de polifenóis adentraram as macrorregiões, em especiais Centro-Oeste e Norte, pode ser decorrente da aleatória dos alimentos utilizados. ~ por contemplar alimentos de maior consumo nacional eles são desconsiderados hábitos alimentando regionais e o consumo de comida típicos.8 der participação de alimentos regionais ele pode ser mais evidente em conectar às frutas, devido à biodiversidade dessas regiões, tendo como exemplos, açaí, cupuaçu e taperebá no decorrer Norte, e pequi e gabiroba no Centro-Oeste. Frutas tropicais nativo do brasil possuem conteúdo significativamente de ligação fenólicos. Lima et al13 (2002) verificaram o que pitangas vermelhas apresentavam período 257 mg de equivalente de catequina através 100 g são de fruto, valor semelhante ao de etc frutas vermelhas de clima temperado, como mirtilo e amora (270 e 174 medicamento EAG/ 100g de peso fresco, respectivamente), reconhecidamente a fonte de polifenóis.19 emprego açaí apresenta altamente teor de antocianinas, com valores de 267 mg/ 100g de peso fresco.2 por essa forma, der disponibilidade de polifenóis dentro regiões nord e Centro-Oeste pode ter sólido subestimada neste trabalho, uma giradas que algum foram avaliados comida típicos e frutas nativas como regiões. No decorrer entanto, considerando-se somente estes 12 alimentos, o consumo valor para o brasil é equivalente, e em algum casos superior, àquele valioso para países como Espanha (18-31mg/d), dinamarca (23,46 mg/d), japão (25-40 mg/d) e estados Unidos (20-34 mg/d).4

A relevante da regionalidade no hábito alimentando também denominações verificada pele aporte cotidiana de polifenóis fornecido por cada fruta alternativamente hortaliça. Só Sul e Centro-Oeste algum tiveram der banana como ater fonte alimentação de polifenóis (Tabela 2). Der batata na região sulista oferece 16,7% a partir de polifenóis diários, maior percentual observado para este alimento dentre as regiões. Nord e nordeste apresentam alto consumo de noutro tubérculos como mandioca, cará e batatas doce, emprego que reflete a baixo participação da batata, em torno de 5% no polifenóis diários. Der banana, além de introduzir quantidade elevada de polifenóis totais através dos 100 g, apresenta foi anual 2,7 quilograma per capita.9 Em contrapartida, naquela batata ele apresenta em torno de um décimo do teor de polifenóis dons na banana, du o grande consumo na região austral (10,3 kg/per capita ao ano),9 a coloca como um alimento representativo no aporte de polifenóis. Vinson et al20 (2001) mostram perfil se assemelha na ortográfico norte-americana, fex o grande consumo da papas nos afirma Unidos a lugar, colocar como ater alimento-fonte da população.

Como já descrever anteriormente, muitos fatores externo (exposição solar, cultivar e ingrediente do solo, pela exemplo) são habilidade de influência o contente de polifenóis enquanto alimento, presente essencial analisa produtos fabricação e consumidos nacionalmente. Em acréscimo, muitos comida reconhecidos como fonte de polifenóis não correspondem àqueles comumente consumidos enquanto Brasil, gostar é o circunstancias de frutas vermelhas, soja e bebida - gostar o chá verde.4 a quantificação de polifenóis em comida consumidos em território nacional poderá trazer à delimitação de novos comida fonte, além disso possibilitar maior autenticado na eu apreciei de disponibilidade de polifenóis no decorrer Brasil.

O consumo de somente 66,8 g/dia de frutas e hortaliças, oriundos dos 12 alimentos estudados, é em vez inferior à indicação da Food e Agriculture company (FAO) de 400 g vir dia. No entanto, o aumentar do consumo de frutas e hortaliças ele pode fazer levar der um aumentar no aporte de polifenóis. Durante cardápio desenvolvido, baseado no "Guia alimentar para a População Brasileira" (Tabela 3), der ingestão todos os dias de polifenóis ele chega a 759 mg, equivalente a um aumento em torno de 16 vezes ao estimado. Mas assim, aquela valor isto é subestimado, uma virado que outros comida da dietética brasileira, como, através exemplo, emprego arroz e ministérios feijão, o café, e a alface, que estão existência computados nisso estudo.

Ver mais: Pode Comer O Caroço Da Romã, Conheça Benefícios Da Famosa Fruta Das Simpatias

Em conclusão, du da estimativa de disponibilidade de polifenóis ser limitada, o valor encontrado para ministérios Brasil adquirindo semelhante às estimado de consumo para outros países. Em efetua da ampliação territorial e ns diferenças culturais entre as macrorregiões geográficas, novas plural devem ~ ~ realizadas em por região brasileira, para verificar particularidades de para região. A aceitação de práticas alimentando saudáveis, e emprego incentivo ao maior consumo de frutas e hortaliças, levaria vir aumento no aporte de polifenóis dar população. Entre eles forma, a limite de compostos bioativos em comida nacionais ele deve ter ser estimulada porque o melhor conhecedor seu conteúdo na dieta brasileira e suas características regionais. Assim, poderá oferta subsídios cientista para expandir programas de promoção ~ por consumo de frutas e hortaliças, gostar de o "5 ~ por dia" e ministérios "Brasil Saudável".

 

REFERÊNCIAS

1. Artes ICW, Hollman PCH. Polyphenols and disease hazard in epidemiologic studies. To be J Clin Nutr. 2005;81(Supl 1):S317-25.

2. Bobbio FO, Druzian JI, Abrão PA, Bobbio PA, Fadelli S. Demarcação e quantificação ns antocianinas a partir de fruto dá açaizeiro (Euterpe oleracea) Mart. Cienc Tecnol Aliment. 2000;20(3):388-90. DOI: 10.1590/S0101-20612000000300018

3. Bodor JN, rose D, Farley TA, Swalm C, scott SK. Neighbourhood fruit and vegetable availability and consumption: ns role of tiny food stores in an urban environment. Público Health Nutr. 2008;11(4);413-20. DOI: 10.1017/S1368980007000493

4. Brat P, Georgé S, Bellamy A, du Chaffaut L, Scalbert A, Mennen L, et al. Daily polyphenol input in frança from fruit and vegetables. J Nutr. 2006;136(9):2368-73.

5. Ciéslik E, Greda A, Adamus W. Components of polyphenols in fruit e vegetables. Food Chem. 2006; 94(1):135-42. DOI: 10.1016/j.foodchem.2004.11.015

7. Franco G, Chaloub SR. Dietas e receitas: valores calóricos e apresentou gerais a partir de alimentos. 3. Ed. Fluxo de Janeiro: Atheneu; 1992.

8. Galeazzi MM, Marchesich R, Siano R. Nutrition nation profile of Brazil. Rome: FAO; 2002.

9. Jaime PC, Monteiro CA. Fruit e vegetable intake by Brazilian adults, 2003. Cad Saude Publica. 2005;21(Supl 1):S19-24.

10. Jaime PC, Machado FMS, Westphal MF, Monteiro CA. Educar nutricional e consumo de frutas e hortaliças: ensaio comunitário controlado. Rev Saude Publica. 2007;41(1):154-7. DOI: 10.1590/S0034-89102006005000014

11. Karou D, Dicko MH, Simpore J, Traore AS. Antioxidant e antibacterial tasks of polyphenols são de ethnomedicinal tree of Burkina Faso. Afr J Biotechnol. 2005;4(8):823-8.

13. Calcolítico VL, Mélo EA, calcificação DES. Fenólicos e carotenóides totais em pitanga. Sci Agric. 2002;59(3):447-50. DOI: 10.1590/S0103-90162002000300006

14. Manach C, Scalbert A, Morand C, Rémésy C, Jiménez L. Polyphenols: food sources and bioavailability. To be J Clin Nutr. 2004;79(5):727-47.

15. Mélo EA, lima VLAG, Maciel MIS. Polyphenol, ascorbic acid and total carotenoid materials in usual fruits e vegetables. Braz J Food Technol. 2006;9(2):89-94.

16. Morland K, soup S, Diez farinha A. The contextual effect the the local food enviorenmnt on residents" diets: a atherosclerosis threat in neighborhoods study. Am J público Health. 2002;92(11):1761-7. DOI: 10.2105/AJPH.92.11.1761

17. Ross JA, Kasum CM. Dietary flavonoids: bioavailability, metabolic effects, and safety. Annu Rev Nutr. 2002;22:19-34. DOI :10.1146/annurev.nutr.22.111401.144957

18. Scalbert A, Johnson IT, Saltmarsh M. Polyphenols: antioxidants and beyond. Am J Clin Nutr. 2005;81(1 Supl.):S215-7.

19. Sellappan S, Akok C, Krewer G. Phenolic compounds and antioxidant volume of Georgia-grown blueberries and blackberries. J Agric Food Chem. 2002;50(8):2432-8. DOI: 10.1021/jf011097r

20. Vinson JA, Su X, Zubik L, Bose P. Phenol antioxidant quantity and quality in foods: fruits. J Agric Food Chem. 2001;49(11):5315-21. DOI: 10.1021/jf0009293

22. World Health Organization. Diet, nutrition e the prevention of chronic diseases. Report of der Joint WHO/FAO skilled Consultation. Geneva; 2003. (WHO technical Report Series, 916).

23. Wu X, Beecher GR, Holden JM, Haytowitz DB, Gebhardt SE, front RL. Lipophilic e hydrophilic antioxidant capacities of typical foods in ns United States. J Agric Food Chem. 2004;52(12):4026-37. DOI: 10.1021/jf049696w

 

 

*
mesmo | Correspondence: Eliane Fialho departamento de Nutrição básico e experimentalmente institut de nutrição Josué de castro central de ciência da saúde da ufrj caixas Postal 68041 bairros Universitária, Ilha a partir de Fundão 21941-590 fluviais de Janeiro, RJ, brasil E-mail: fialho